7 tendências de Marketing Digital para 2018: as estratégias e tecnologias que ganharão força no ano

E aí, preparado para inovar em 2018? Reunimos algumas das novidades que, de acordo com grandes especialistas no assunto, serão tendência no ano; confira a matéria da Resultados Digitais abaixo ou clicando aqui.

Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

 

 

Entra ano, sai ano, o Marketing Digital é influenciado por diversas tendências de inovação que vão surgindo. Praticamente todos os dias, vemos novas tecnologias e conceitos surgirem e acrescentarem novas ideias ao mercado.

Das mais simples e populares às mais complexas e exclusivas, essas ideias vão, aos poucos, sendo implementadas por diversas empresas, mas os negócios que mais costumam se beneficiar são aqueles que saem na vanguarda do surgimento das novidades, aproveitando essas tendências assim que elas aparecem.

Nos últimos tempos, por exemplo, na contramão do enorme volume de informação que está sendo gerado no mundo, surge um contramovimento que busca a simplificação e a volta ao essencial.

Conteúdos mais diretos, menor volume — mas com mais relevância —, melhor gestão da informação, comandos por voz e a tecnologia como forma de assistência na organização dessas informações, principalmente, para facilitar os processos que podem ser automatizados são algumas das tendências que vêm aparecendo.

Reunimos algumas das novidades que, de acordo com grandes especialistas no assunto, serão tendência em 2018. Mas, mais do que estar de olho nas novas tecnologias, é necessário prestar atenção à evolução do comportamento humano, que conduz a todas essas evoluções na tecnologia — e no Marketing Digital.

Continue Reading

Revistas que se reinventam no impresso: apesar do encolhimento do mercado, publishers não deixam de investir no papel e desafiam digital.

Particularmente penso que dificilmente uma mídia substituirá outra por completo. Vivemos num mundo extremamente heterogêneo, com 7,6 bilhões de habitantes em graus de evolução humana, econômica e cultural completamente diferentes, com necessidades e recursos muito específicos.  Assim como os meios eletrônicos e impressos ainda hoje estão distante de atingir todas as regiões do planeta os meios digitais também terão um longo caminho a a percorrer. E a convivência destes muitos meios só traz vantagens, uma vez que a cada dia temos mais ferramentas para levar a informação até onde ela precisa chegar. A matéria original é do site Meio & Mensagem.

17 Gatilhos Mentais para você dominar a arte da persuasão e alavancar suas vendas (Parte 2)

Veja abaixo a segunda parte da matéria sobre os gatilhos mentais escrita por Henrique Carvalho no Viver de Blog. A primeira parte desta matéria está num post abaixo. Para ver as duas matérias em sua publicação original clique aqui.

 

Você tem se sentido cansado ultimamente? É provável que sim. Essa tem sido uma constante das nossas rotinas cada vez mais atarefadas.

Dias com as mesmas 24h de sempre parecem estar acabando antes de tudo o que realmente gostaríamos de fazer.

Tomar muitas decisões durante o dia nos deixa ainda mais exaustos, em especial mentalmente. Esse é o conceito de fadiga mental, quando nosso cérebro está cansado de tomar decisões…

Inclusive, você sabe por que o Steve Jobs sempre usava a mesma calça jeans com a “famosa” camisa preta? (Em seu guarda-roupa, Jobs tinha mais de 100 modelos de calça jeans azuis).

Parece surreal, mas ele procurava diminuir sua fadiga mental usando sempre o mesmo estilo de roupa. Uma decisão a menos para tomar.

Pensando nessas decisões e suas complexidades envolvidas, resolvemos escrever sobre gatilhos mentais: mecanismos psíquicos que auxiliam nas tomadas de decisões do dia a dia.

Na parte I dessa série sobre gatilhos mentais, você aprendeu a dominar a arte da persuasão e aumentar suas vendas através da:

  1. Escassez
  2. Urgência
  3. Autoridade
  4. Reciprocidade
  5. Prova Social
  6. Porque
  7. Antecipação
  8. Novidade
  9. Relação Dor x Prazer

Chegou a hora de você conhecer mais 8 gatilhos mentais para melhorar a comunicação com seu público, tornando-a mais persuasiva. Mas antes… Aproveito para lembrar esse ótimo comentário do nosso leitor Antonio Neres:

Vender é mais do que convencer o prospecto a comprar, mas uma relação de troca, onde todos ganham, e persuadir é a arte de ajudar o prospecto a dizer sim para ele mesmo.

Pronto para conhecer a psicologia por trás de 8 gatilhos mentais com casos de sucesso e exemplos práticos para seu negócio? Então vamos lá! Continue lendo esse artigo. Nele você vais conhecer os seguintes gatilhos mentais:

Continue Reading

17 Gatilhos Mentais para você dominar a arte da persuasão e alavancar suas vendas (Parte 1)

Matéria muito bacana e completa escrita por Henrique Carvalho no Viver de Blog sobre os gatilhos mentais. Veja a matéria completa abaixo ou clique aqui para ver o post original.

 

Você sabe o que são e para que servem os gatilhos mentais? Bom, imagine que você esteja com um problema e possui duas alternativas para resolvê-lo e, aparentemente, está em dúvida sobre qual decisão tomar.

Faça algo simples: jogue uma moeda para o alto. Não que a moeda vá decidir por você, mas nos instantes que ela estiver no ar, você vai saber para o que está torcendo. E sabe por que isso acontece?

Porque todas as nossas decisões são tomadas, primeiro, no inconsciente, e só depois vêm à consciência, normalmente acompanhadas de uma justificativa racional. Um estudo realizado pela Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS) mostrou que o ato de escolher pode ser dividido em três partes:

  1. Seu cérebro decide o que você vai fazer;
  2. Essa decisão aparece na sua consciência, o que transmite a sensação de que você está tomando a decisão de forma racional;
  3. Você age de acordo com a decisão tomada

Pode parecer estranho, mas na realidade existe um número enorme de decisõesque nosso cérebro toma e executa sem informar à nossa consciência.

Quando decidimos caminhar, por exemplo, a decisão é consciente, mas logo em seguida o cérebro assume o controle e coordena a ação de dezenas de músculos nas pernas e braços, garantindo que demos um passo, e depois outro e assim sucessivamente.

Algumas decisões do nosso dia a dia são simples e demandam pouca energia do nosso cérebro. No entanto, outras, como comprar um imóvel, são mais complexas e exigem mais esforço mental. Mas, imagine se, para toda decisão complexa, seu cérebro tivesse que analisar minuciosamente cada aspecto da situação.

O cansaço mental seria uma constante em nossas vidas. Porém, nosso sistema nervoso possui um mecanismo de filtragem para validar as nossas escolhas. E é aí que entram os gatilhos mentais.

Eles são diretrizes que o nosso cérebro adota para não precisar fazer todo um trabalho de reflexão a cada tomada de decisão. Isso quer dizer que, ao aplicar os gatilhos mentais de forma correta, você é capaz de engajar as pessoas, motivando-as a agir.

Continue lendo esse artigo e  você conhecerá 9 dos 17 gatilhos mentais que apresentaremos aqui no Viver de Blog e como usar cada um deles em seu negócio e até na sua vida pessoal. São eles:

Continue Reading

5 dados relevantes sobre Marketing de Conteúdo no Brasil em 2017

Saiba como as empresas brasileiras estão fazendo Marketing de Conteúdo e obtenha insights a partir da pesquisa Content Trends, respondida por 3650 pessoas de todo o país.

O que esperar do Marketing de Conteúdo em 2017? E como as empresas brasileiras têm utilizado a metodologia? Para responder a questões como essas, a Rock Content lançou a terceira edição da pesquisa Content Trends, que contém informações para empresas que desejem alcançar sucesso com o Marketing de Conteúdo.Realizada por meio de um questionário online entre os dias 2 e 16 de maio de 2017, o questionário contou com a participação de 3650 respondentes de todo o país. O formulário foi enviado para 80.000 pessoas e promovido nas redes sociais da empresa.A primeira edição da Content Trends, em 2015, ajudou a conhecer mais sobre as estratégias de Marketing de Conteúdo — na época, os estudos sobre o mercado ainda eram pouco explorados no Brasil. Já na segunda edição, o foco era entender as tendências dessa prática no país e como a sua adoção evoluiu ao longo dos anos.Nesta terceira edição, a pesquisa retoma alguns resultados já conhecidos nas versões anteriores, e explora mais a fundo algumas informações para oferecer um estudo mais completo.O segmento de agências de marketing/publicidade foi o que apresentou maior taxa de participação dos respondentes da pesquisa (31,2%). Negócios na área de educação e software/cloud/SaaS também representaram uma presença significativa no estudo, com 10,3% e 8,9%, respectivamente.Separamos 5 tendências apontadas pela pesquisa, que pode ser baixada na íntegra neste link. Continue Reading