3 razões por que seu ambiente do trabalho não vai ser mais o mesmo

Penso que o conceito “Você S.A.” (não o da revista e sim aquele em que o profissional se vê pleno de capacidades e atribuições, pronto para compartilha-las em prol de um bem comum, seja em que âmbito for) vem ganhando cada vez mais espaço no dia-a-dia das empresas. Como mencionado na matéria abaixo da GQ, “agora a pegada é mais conectada e colaborativa”. Ainda bem!

Diretor da WeWork no Brasil dá a letra sobre como o conceito de escritório vai ser reinventado no futuro próximo

Lucas Mendes, diretor da WeWork no Brasil (Foto: Divulgação)

O espaço de trabalho vai sofrer grandes mudanças na próxima década, aponta Lucas Teixeira, diretor da WeWork no Brasil. E não vai ficar só no home-office, puffs e fliperamas no escritório. 

Teixeira, 30, está em uma posição interessante para discutir o tema. Líder da empresa novaiorquina de coworking no país, o jovem empresário chefia uma operação que oferece espaços compartilhados para clientes que vão desde funcionários autônomos, até pequenas empresas e gigantes como Facebook e a consultoria McKinsey. Pelo mundo afora são mais de 180 mil membros. É gente interessada em erguer um novo tipo de infraestrutura produtiva, divorciada em definitivo da ideia do trabalho na era industrial. Nada de funcionários encerrados em cubículos apenas focados na sua produção. Agora a pegada é mais colaborativa e conectada. Abaixo listamos alguns sinais deste novo tempo, segundo Lucas Teixeira. Continue Reading

Virei publicitário, e agora?

Recém-formados comentam os desafios e oportunidades daqueles que se preparam para chegar ao mercado

Luiz Gustavo Pacete em Meio e Mensagem

10 de julho de 2017 – 7h59

Por décadas, o curso de Publicidade e Propaganda esteve entre os mais procurados nos principais rankings. Nos últimos sete anos, chegou a perder posições, mas continua sendo um dos ofícios preferidos pelos jovens. Das profissões mais concorridas da Fuvest em 2017, o curso ficou em quarto lugar, atrás de Relações Internacionais, Psicologia e Medicina. Com cada vez mais alunos se formando e um mercado que muda cada vez mais rápido, é natural que surjam vários questionamentos pelos recém-formados. O que fazer agora?

Janaina Martins, analista de mídias sociais e CRM na SalveTribal Worldwide, formada em publicidade na Faculdade Zumbi dos Palmares, conta que durante o estágio de publicidade não fica muito claro, em alguns casos, o peso da responsabilidade de um funcionário efetivo. “Quando você ingressa como funcionário se depara com uma rotina de trabalho diferente, mais ampla e com atividades mais exigentes”, diz Janaina.

“Por mais fantasioso que seja, saímos da faculdade com a intenção de mudar o mundo por meio da comunicação. Quando entramos pela primeira vez numa agência esse pensamento é confrontado, muitas vezes, pelos diferentes valores da agência e cada cliente”, conta Janaina. A profissional ressalta que o mercado publicitário é amplo, mas o profissional precisar saber como se vender. “Estudar como ele vai apresentar numa entrevista, aquele fator diferencial que combine com os valores do local e faça ele sair na frente. A publicidade está em muitos lugares e o mercado procura gente com vontade de fazer parte do time e dar o seu melhor”, diz Janaina.

Continue Reading