7 tendências de Marketing Digital para 2018: as estratégias e tecnologias que ganharão força no ano

E aí, preparado para inovar em 2018? Reunimos algumas das novidades que, de acordo com grandes especialistas no assunto, serão tendência no ano; confira a matéria da Resultados Digitais abaixo ou clicando aqui.

Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

 

 

Entra ano, sai ano, o Marketing Digital é influenciado por diversas tendências de inovação que vão surgindo. Praticamente todos os dias, vemos novas tecnologias e conceitos surgirem e acrescentarem novas ideias ao mercado.

Das mais simples e populares às mais complexas e exclusivas, essas ideias vão, aos poucos, sendo implementadas por diversas empresas, mas os negócios que mais costumam se beneficiar são aqueles que saem na vanguarda do surgimento das novidades, aproveitando essas tendências assim que elas aparecem.

Nos últimos tempos, por exemplo, na contramão do enorme volume de informação que está sendo gerado no mundo, surge um contramovimento que busca a simplificação e a volta ao essencial.

Conteúdos mais diretos, menor volume — mas com mais relevância —, melhor gestão da informação, comandos por voz e a tecnologia como forma de assistência na organização dessas informações, principalmente, para facilitar os processos que podem ser automatizados são algumas das tendências que vêm aparecendo.

Reunimos algumas das novidades que, de acordo com grandes especialistas no assunto, serão tendência em 2018. Mas, mais do que estar de olho nas novas tecnologias, é necessário prestar atenção à evolução do comportamento humano, que conduz a todas essas evoluções na tecnologia — e no Marketing Digital.

Continue Reading

3 razões por que seu ambiente do trabalho não vai ser mais o mesmo

Penso que o conceito “Você S.A.” (não o da revista e sim aquele em que o profissional se vê pleno de capacidades e atribuições, pronto para compartilha-las em prol de um bem comum, seja em que âmbito for) vem ganhando cada vez mais espaço no dia-a-dia das empresas. Como mencionado na matéria abaixo da GQ, “agora a pegada é mais conectada e colaborativa”. Ainda bem!

Diretor da WeWork no Brasil dá a letra sobre como o conceito de escritório vai ser reinventado no futuro próximo

Lucas Mendes, diretor da WeWork no Brasil (Foto: Divulgação)

O espaço de trabalho vai sofrer grandes mudanças na próxima década, aponta Lucas Teixeira, diretor da WeWork no Brasil. E não vai ficar só no home-office, puffs e fliperamas no escritório. 

Teixeira, 30, está em uma posição interessante para discutir o tema. Líder da empresa novaiorquina de coworking no país, o jovem empresário chefia uma operação que oferece espaços compartilhados para clientes que vão desde funcionários autônomos, até pequenas empresas e gigantes como Facebook e a consultoria McKinsey. Pelo mundo afora são mais de 180 mil membros. É gente interessada em erguer um novo tipo de infraestrutura produtiva, divorciada em definitivo da ideia do trabalho na era industrial. Nada de funcionários encerrados em cubículos apenas focados na sua produção. Agora a pegada é mais colaborativa e conectada. Abaixo listamos alguns sinais deste novo tempo, segundo Lucas Teixeira. Continue Reading