Revistas que se reinventam no impresso: apesar do encolhimento do mercado, publishers não deixam de investir no papel e desafiam digital.

Particularmente penso que dificilmente uma mídia substituirá outra por completo. Vivemos num mundo extremamente heterogêneo, com 7,6 bilhões de habitantes em graus de evolução humana, econômica e cultural completamente diferentes, com necessidades e recursos muito específicos.  Assim como os meios eletrônicos e impressos ainda hoje estão distante de atingir todas as regiões do planeta os meios digitais também terão um longo caminho a a percorrer. E a convivência destes muitos meios só traz vantagens, uma vez que a cada dia temos mais ferramentas para levar a informação até onde ela precisa chegar. A matéria original é do site Meio & Mensagem.

Brasileiro vê mais TV hoje do que há dez anos, diz Ibope

Apesar de toda a evolução dos novos canais de comunicação, com destaque para as mídias digitais que ganharam espaço devido ao seu baixo custo e grande efetividade, os meios tradicionais como a TV e o Rádio continuam muito vivos e com lugar garantido nos planejamentos de Marketing. A matéria abaixo do Meio & Mensagem traz dados importantes sobre este assunto.

Segundo estudo da Kantar Ibope Media, o tempo médio de consumo de televisão do brasileiro cresceu uma hora em dez anos. Em 2007, o telespectador passava cerca de cinco horas e 11 minutos assistindo à TV diariamente e, no ano passado, esse tempo médio foi de seis horas e 17 minutos (veja tabela).

Continue Reading